AÇÕES DO COMITÊ DE CRISE DO SINDS NA PANDEMIA REFORÇARAM LAÇOS COM A COMUNIDADE


Logo no início da chegada da pandemia da Covid-19 ao Brasil, o Sinds-UFSJ instituiu em sua gestão o Comitê Temporário de Gestão de Crise - Covid-19. A iniciativa teve como objetivo minimizar os efeitos da pandemia junto às comunidades mais vulneráveis. Após oito meses de pandemia, o presidente do Comitê, Michel Montandon de Oliveira, avalia os resultados das ações como positivos.


O edital solidário, que contou com duas edições, foi uma das principais atividades gerenciadas pelo Comitê de Gestão Crise. Na primeira edição, 10 projetos de ações para minimizar o impacto da pandemia junto às famílias mais vulneráveis foram contemplados. Já na segunda edição foram favorecidos 11 projetos, cujas ações estiveram voltadas para a doação de alimentos e materiais de limpeza, incentivando a agroecologia, a conscientização e distribuição de informações confiáveis sobre a pandemia, entre outros.


Além dos editais solidários, Michel ressalta o trabalho realizado pelo Comitê na divulgação de informações seguras e de interesse da população. Junto à ADUFSJ - Seção Sindical, o Sinds realizou lives semanais sobre os mais variados assuntos no contexto pandêmico.


Doação espontânea dos sindicalizados


O recurso disponibilizado via editais solidários veio da doação espontânea dos servidores sindicalizados, que contribuíram com 0,5% de seus salários para as ações emergenciais voltadas para a crise. “Nós discutimos diversas vezes e pensamos que a maneira mais democrática de empenhar o valor arrecadado seria lançando editais no qual os próprios servidores filiados poderiam cadastrar propostas de atuação”, conta Michel.


Segundo ele, isso possibilitou que as ações contempladas atingissem um número maior e mais variado de pessoas. “Nós ficamos muito felizes com a adesão dos sindicalizados, poderia ter sido maior, mas a gente sabe que muitas pessoas já estavam ajudando em outros lugares, se comprometeram com outras causas, mas a adesão ainda sim foi muito boa”, afirma Michel.


Em um contexto de ataques, inclusive vindos do Governo Federal, aos sindicatos, aos servidores e serviço público e aos trabalhadores em geral, o técnico administrativo ressalta a importância do fortalecimento da relação do Sinds com as comunidades dos locais onde a UFSJ está inserida.


“Estamos passando por uma série de ataques institucionais, estão atacando a importância dos sindicatos em defesa dos trabalhadores, questionando até a existência mesmo dos sindicatos e atacando também por meio de leis que acabam prejudicando as ações dos sindicatos. Nesse sentido, além de fortalecer os laços com a comunidade, eu acredito que seja importante fortalecer os laços com os próprios técnicos sindicalizados”, finaliza Michel.


Crédito da foto: Membros da diretoria do Sinds e do Comitê Temporário de Gestão de Crise - Covid-19 distribuem cestas básicas recebidas da Fasubra / Arquivo

Sindicato dos Servidores da UFSJ

Praça Frei Orlando, nº170, Centro

São João del-Rei (MG) 36307-352

Tel (32) 33721047 - (32) 33721047

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco