top of page

EM ASSEMBLEIA, SIND-UFSJ RECEBE NOVA PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE E PREVIDÊNCIA PRIVADA



Na manhã desta segunda (27), o Sinds-UFSJ se reuniu em assembleia. O encontro, realizado via Google Meet, contou com uma apresentação da “Agros Viçosa”, empresa de Plano de Saúde e Previdência Privada, e uma explanação e discussão a respeito da situação dos técnicos-administrativos da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proen), atendendo a uma solicitação do Coletivo Antifas UFSJ.


O coordenador-geral do Sinds-UFSJ, Joaquim Rodrigues da Costa, iniciou a assembleia esclarecendo a base que a apresentação dos planos oferecidos pela Agros Viçosa seria apenas um primeiro contato entre a empresa e os filiados, sem qualquer tipo de deliberação nesse primeiro momento, e existindo interesse da base, será realizada uma assembleia para tratar exclusivamente do assunto.


O coordenador do sindicato afirmou também que a ideia é apresentar uma alternativa aos planos da Unimed, com os quais os servidores têm enfrentado reajustes anuais, que não acompanham o salário da categoria.


Durante a explanação, os representantes da Agros Viçosa destacaram que possuem três opções de plano de previdência privada e oito opções de planos de saúde. Além disso, frisaram que, se for o caso, o contrato com o sindicato será construído coletivamente, atendendo às especificidades da categoria.


Atendendo a um pedido da base, a empresa vai apresentar uma simulação dos custos e estruturação dos planos para que se possa avançar com as discussões.


Situação dos Técnicos-Administrativos da Proen


Atendendo a uma solicitação do Coletivo Antifas UFSJ, o item “Situação dos técnicos-administrativos da PROEN” foi incluído na pauta da assembleia. A servidora Ana Flávia de Abreu realizou a explanação. Segundo ela, os técnicos-administrativos lotados nas coordenações de curso estão sendo submetidos a exaustivas demandas de trabalho, uma vez que estão sendo encarregados de "apagar os incêndios” na instituição.


A servidora relatou que a situação mais recente foi a suspensão, a partir do dia 13/02/2023, do horário especial de turno único para as coordenações de curso, Dicon e Ntinf. Segundo a Pró-Reitoria de Ensino, responsável pela suspensão, a medida seria necessária para realização da primeira fase das matrículas do primeiro período letivo de 2023.


Os servidores questionaram a real necessidade da medida, tendo em vista o trabalho já empenhado no sentido de tornar o sistema responsável pelas matrículas o mais operacional possível´.


Após discussões, a assembleia deliberou por enviar uma “Carta a Gestão TRANSPARENTE, COLETIVA e DEMOCRÁTICA”. A minuta do documento foi encaminhada aos servidores por e-mail e estava aberta a sugestões até às 14h de terça (28).


Negociações das Entidades Sindicais com o Governo Federal


O coordenador-Geral do Sinds-UFSJ, Joaquim Rodrigues da Costa, apresentou uma síntese da primeira reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente, realizada no dia 16 de fevereiro de 2023, na qual o governo federal encaminhou a proposta oficial de reajuste salarial para servidoras e servidores públicos federais (SPF) de 7,8% sobre a atual remuneração, a partir de 1º de março de 2023, e as avaliações e contrapropostas apresentadas pelas entidades sindicais, principalmente a Fasubra Sindical.


Foram apresentadas 3 propostas na assembleia, mas por ampla maioria, a deliberação foi: "Rejeitar a proposta oficial, formalizada pelo o governo e continuar as negociações. Aceitar os 44% de reajuste oferecidos pelo governo no auxílio alimentação, desde que sejam também reajustados os benefícios de auxílios saúde e auxílio creche. Além disso, o Governo se comprometer em equiparar todos os benefícios aos dos outros servidores dos outros poderes da República, em 2024”.


Como a assembleia já se prolongava por quase 3 horas e trinta minutos, o coordenador-Geral do sindicato propôs o encerramento da reunião e a continuidade das discussões em um outro momento. Sendo assim, ficou estabelecido que o Sinds-UFSJ se reunirá em uma continuação da assembleia, nesta quarta (1), a partir das 14h,


Confira a pauta:


1- informes

2- Negociações com o Governo Federal e deliberações, se for o caso.


Informes da última reunião das entidades sindicais com o Governo Federal no dia 28.02.23, com a participação do coordenador-Geral da Fasubra, Antônio Alves Neto.


3- Escolha de delegados para Plenária Fasubra dias 10 e 11 de março de 2023, em Brasília.


Comments


bottom of page