SÃO JOÃO DEL-REI TERÁ ATO PELO FORA BOLSONARO NESTE 29 DE MAIO



Neste sábado (29) cidades de todo o país terão manifestações pelo “Fora Bolsonaro” e diversas outras pautas. Em São João del-Rei, o ato está sendo organizado por sindicatos, partidos, entidades e movimentos sociais e terá sua concentração em frente ao Teatro Municipal, às 10h.


Além do fim do Governo Bolsonaro, as manifestações contam com diversas outras reivindicações. Em São João del-Rei, o ato tem como pautas também a defesa da educação pública, a vacinação ágil de toda a população, retomada de direitos, empregos e pelo piso salarial e 30h semanais para a enfermagem.


“É um momento que agrega em única direção, que é a direção sobretudo o basta do Governo Bolsonaro, que nos conduziu a chegarmos próximo à morte de 500 mil brasileiros (...) por uma série de medidas que ele adotou contra a ciência”, aponta o coordenador do Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos da UFSJ (Sinds-UFSJ), Denilson Carvalho.





Além das pautas já citadas, Carvalho destaca também a importância da manifestação contra medidas que vêm sendo adotadas no Congresso Nacional, como a Reforma Administrativa e os cortes nos orçamentos das universidades, além de abarcar também a luta dos profissionais da saúde, essenciais no combate à pandemia, por um piso salarial e a defesa dos profissionais da educação de Minas Gerais, que sofrem com a pressão para volta ás aulas presenciais sem as devidas condições de segurança.


Devido a essa conjuntura e todas as problemáticas citadas é que o sindicato defende a necessidade das manifestações de rua neste 29 de maio. A divulgação do ato em São João del-Rei adotou uma frase que tem sido utilizada pelos movimentos sociais da Colômbia e diz que "se um povo decide ir às ruas em protesto em plena pandemia, é porque o seu governo é mais perigoso que o próprio vírus".


Segundo o coordenador do Sinds-UFSJ, não existem outras alternativas a não ser a manifestação popular para parar os ataques do Governo à população.

“Esse é o problema nosso no Brasil, o Governo Bolsonaro é mais perigoso que o próprio vírus. Não é atoa que nós vamos nos expor a risco, mesmo que tomando todas as medidas de segurança”, declara.


Raquel Camacho, presidenta do Diretório Central dos Estudantes (DCE/UFSJ), destaca o fato da país ainda estar passando pela pandemia, nessa intensidade, muito pela falta de ações efetivas do Governo Federal “que não comprou vacina e que não tem essa responsabilidade social de cuidado com a população, com os seus cidadãos”.


Além da vacinação, do combate efetivo da pandemia e responsabilização do Governo pela situação sanitária na qual o país se encontra, a defesa da educação e da universidade pública são motes importantes do ato deste sábado (29). Camacho lembra que o sucateamento das universidades já vinha desde a aprovação do Teto de Gatos, ainda no Governo Temer, mas que se agravou ainda mais com o corte aprovado para 2021 e o bloqueio de recursos que prejudica ainda mais o funcionamento das universidades, entre elas a Universidade Federal de São João del-Rei.


“Nessa época da pandemia a gente vê ainda mais a importância da universidade para a população, com a produção de vacina, aplicação de testes, pesquisas (...)”, afirma a presidenta do DCE.


Márcia Hirata, segunda secretária da Seção Sindical dos Docentes da UFSJ (ADUFSJ), afirma que a atual conjuntura fez com o que o ato ganhasse força e que a expectativa é de que a manifestação conte com uma participação expressiva da população, mesmo durante a pandemia.


“A gente se preocupa, já que houve uma alta da média móvel de casos de Covid-19 aqui na cidade e em um contexto nacional até, mas a gente está tomando todo o cuidado (...) e estamos firmes e cientes de que amanhã será um dia importante”, salienta.


Medidas de segurança

Os responsáveis pela divulgação do ato disponibilizaram uma cartilha com medidas que devem ser adotadas para garantir o máximo de segurança possível durante as manifestações. Além disso, o ato em São João del-Rei contará com uma equipe de segurança de saúde que vai atuar no sentido de garantir o distanciamento social para que o risco de contágio seja o menor possível.


As recomendações de segurança incluem o uso correto de máscara, de preferência PFF2 ou uma combinação de máscara cirúrgica com a máscara de pano, distanciamento mínimo de 2 metros e higienização constante das mãos com álcool gel ou álcool 70%.


Clique aqui e saiba como participar mesmo fora de São João del-Rei.


Fotos: Marcius Barcelos

Sindicato dos Servidores da UFSJ

Praça Frei Orlando, nº170, Centro

São João del-Rei (MG) 36307-352

Tel (32) 33721047 - (32) 33721047

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco