SINDS-UFSJ aprova adesão ao Dia Nacional de Mobilizações em Defesa da Educação


A Assembleia Geral dos Técnicos Administrativos da Universidade Federal de São João del-Rei aprovou na tarde da última sexta-feira, 10 de maio, a mobilização geral da categoria para o dia 15 de Maio - Greve Nacional da Educação. A adesão da paralisação foi votada por unanimidade na sede e nos campi fora de sede.


A paralisação representa respostas aos sucessivos ataques do Governo Bolsonaro contra o desmonte da educação pública, de qualidade e gratuita. Com o anúncio dos cortes de 30% no orçamento, instituições de ensino terão seu funcionamento inviabilizado a partir do segundo semestre deste ano. Na UFSJ, o corte é ainda maior e chega a 32%.


Além do corte de recursos, o objetivo é denunciar os retrocessos à educação; as tentativas de cerceamento da liberdade de expressão em sala de aula; o fim dos concursos públicos; os ataques à autonomia universitária; o congelamento de salários; a militarização das escolas; o Ensino Domiciliar; o projeto Escola sem Partido; a precarização da educação com o aprofundamento das políticas de mercantilização; a tentativa de eliminar as eleições democráticas para dirigentes; entre outros, além da proposta da Reforma da Previdência Social prevista pela PEC 6/19


O dia será de luta e haverá ato em defesa da educação pública junto à entidades sindicais e movimentos.


Programação completa em breve.




Assessoria de Comunicação SINDS-UFSJ

14/05/2019