top of page

SINDS-UFSJ PARTICIPA DA PLENÁRIA NACIONAL DA FASUBRA



Entre os dias 30 de setembro e 01 de outubro aconteceu a Plenária Nacional da FASUBRA. O encontro ocorreu em Brasília (DF) e contou com a participação de membros das entidades sindicais de todo o país.


O SINDS-UFSJ esteve presente na plenária com uma delegação composta pelos filiados Denilson Ronan de Carvalho e Rafael Vinicius Nonato, além do coordenador geral do sindicato, Joaquim Rodrigues da Costa, que foram a Brasília levando propostas de valorização salarial e não salarial, acordadas com os demais servidores em assembleia.


Rafael Vinicius Nonato destacou que esta foi uma das plenárias mais importantes realizadas nas últimas décadas, pois foi a responsável por definir as propostas de estrutura da nova carreira que serão apresentadas para o governo: “É uma discussão que foi se arrastando durante o ano de 2023, começou lá no CONFASUBRA, quando foi reativado o GT de Base. Tivemos outra plenária que aconteceu em julho também, onde se discutiu a questão da carreira”.



Para o coordenador Joaquim R. Costa outro tema central das discussões na Plenária foi a proposta do Incentivo a Atividade Téc. Administrativo- IATAE, mas esta proposta foi retirada pelas forças dentro da Fasubra que a defendiam. Mas foi colocada em votação, por outras forças da Direção da Fasubra, a resolução abaixo aprovada:


“IATAE ou Gratificação Semelhante A Fasubra Sindical não deve apresentar ao governo nenhum tipo de proposta de IATAE – Incentivo de Atividade do Técnico Administrativo em Educação, gratificações ou semelhantes. Reafirmamos que não aceitamos qualquer proposta que diferencie a categoria entre ativos, aposentados e pensionistas. Como é prática da Fasubra, qualquer proposta sobre qualquer tema de carreira será discutida em assembleia de base e Plenária".



Durante a plenária, foram aprovadas as seguintes propostas:


- Matriz de Carreira Lateralizada;

- Três níveis de classificação – A/B, C/D, E;

- Aceleração da progressão por capacitação;

- 12 padrões de vencimento básico;

- 8 níveis de capacitação;

- Reconhecimento de Saberes e Competência (RSC).


De acordo com Rafael, a aprovação da Lateralização da Carreira contou com uma votação apertada, o que mostra uma divisão dentro da federação. O servidor ainda destacou que a redução do interstício de 18 para 12 meses: “Para os servidores mais jovens é melhor, pois eles estão condicionados ao teto do INSS, vinculado à margem das contribuições, então quanto mais rápido chegar ao topo, melhor para o servidor”.


Confira aqui o ID da Fasubra publicado em 13 de outubro.


Comments


bottom of page