SINDS-UFSJ VOTA CONTRA INDICATIVO DE GREVE E SE PREPARA PARA PLENÁRIA DA FASUBRA



Na manhã desta sexta-feira (5), o Sinds-UFSJ se reuniu em assembleia. A base e a diretoria do sindicato debateram sobre diversos temas do atual cenário político brasileiro e como eles afetam a vida e a carreira dos servidores.


Um dos pontos discutidos foi o Decreto Nº 10.620/2021, que trata sobre a mudança de gestão das aposentadorias e pensões de parte do funcionalismo. Apesar de muitos juristas apontarem a inconstitucionalidade de diversas partes do decreto, ele já está valendo e só pode ser derrubado após julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF).


Na análise apresentada pelo sindicato, o decreto, que transfere para o INSS a concessão e manutenção da aposentadoria dos servidores das universidades, é mais um passo do Governo Federal rumo à privatização da previdência.


Entre as pautas da assembleia, estava a votação do indicativo de greve dos servidores públicos no dia 24 de março, proposto pelo Fasubra - Sindical. No entanto, o sindicato votou contrário à greve considerando o atual contexto e também devido à falta de planejamento e de organização da paralisação.


Nos dias 11, 12 e 13 de março ocorrerá uma plenária da Fasubra. Com base nas discussões da assembleia desta sexta-feira (5), o Sinds-UFSJ enviará seus delegados ao encontro para representar os servidores da UFSJ.


Interessados em participar da plenária como delegados ou em apresentar alguma proposta devem entrar em contato com o sindicato pelo e-mail sinds-ufsj@ufsj.edu.br.


Informes


Na assembleia também foram apresentados alguns informes gerais de interesse da categoria. Um deles foi o convite para participação nas ações que o Sinds-UFSJ, em parceria com o Fórum de Mulheres das Vertentes, está promovendo no Mês da Mulher.

Nesta segunda-feira (8) a programação terá início com um abraço na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de São João del-Rei. A concentração do ato será às 11h30. Nas redes sociais do Sinds-UFSJ estão disponíveis a agenda de outras atividades e dicas de segurança a serem tomadas durante a mobilização.


Também como parte das celebrações do Mês da Mulher, no dia 18 de março o Sinds-UFSJ e o Coletivo Severinas vão promover uma live para apresentação da resolução de combate ao assédio físico, moral e outros na universidade.


A base foi informada também de que o GT de trabalho remoto da UFSJ tem discutido a implantação da IN-65 que dispõe sobre a adoção em definitivo do trabalho remoto na instituição.


A diretoria ressaltou que essa discussão vem ocorrendo de forma muito madura e que pode trazer benefícios tanto para a casa quanto para os servidores.


Conselhos


No Conep está em discussão a continuidade do ensino remoto na UFSJ. Os membros do conselho estão trabalhando para atualizar a resolução que regulamentou o Ensino Remoto Emergencial na universidade. Até o momento, o único item votado e aprovado é a manutenção da suspensão do calendário acadêmico, o que torna o ensino remoto opcional.


Já no Consu, os técnicos administrativos cobraram resposta sobre o pedido de maior representatividade para a categoria nos conselhos superiores. O Conselho informou que o pedido, realizado em outubro de 2020, está na fila para entrar em pauta.


Sindicato dos Servidores da UFSJ

Praça Frei Orlando, nº170, Centro

São João del-Rei (MG) 36307-352

Tel (32) 33721047 - (32) 33721047

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco