top of page

SISTEMA DE AVALIAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE FILIADOS EM MANIFESTAÇÕES ANTIDEMOCRÁTICAS PAUTAM ASSEMBLEIA



Os filiados do Sinds-UFSJ se reuniram em assembleia na manhã da última sexta (2). A pauta da reunião contou com os seguintes tópicos: informes, esclarecimentos sobre o novo sistema de Gestão de Desempenho Humano (GDH); solicitação de filiados pertencentes ao Coletivo Antifas UFSJ sobre os "movimentos e manifestações fascistas" e eleição de delegados para Plenária da Fasubra, em Brasília, nos dias 08, 09 e 10/12.


Informes


O coordenador-geral do Sinds-UFSJ, Joaquim Rodrigues da Costa, iniciou a assembleia repassando os informes aos sindicalizados. 1- Após a divulgação de um informativo a respeito do andamento dos trabalhos das questões envolvendo a implantação do teletrabalho e a flexibilização da jornada de trabalho (30 horas), alguns filiados questionaram o sindicato sobre a “lentidão” nesses processos.


Presente na assembleia, o servidor Francisco Eduardo César de Paula, membro da Comissão Permanente de Gestão e Acompanhamento das Modalidades das Jornadas de Trabalho (COGAM), esclareceu que a comissão tem realizado reuniões semanais e que apesar da complexidade dos processos, eles estão evoluindo. Inclusive, já está previsto uma rodada de teste do plano piloto do sistema que será utilizado para a pactuação e o monitoramento dos resultados do teletrabalho.


2- A diretoria do sindicato informou também que o plano de saúde Unimed São João del-Rei agora permite a inclusão de novos beneficiários, na condição de agregados dos filiados, até o limite de 35 anos. Essa mudança tem como objetivo oxigenar o plano, levando a uma redução da sinistralidade a médio e longo prazo.

A alteração prevê “independentemente de dependência econômica, inscrição na condição de agregados, de outros dependentes até o terceiro grau de parentesco consanguíneo e até o segundo de parentesco por afinidade com idade limite de 35 (trinta e cinco) anos''.

Essa é a única mudança no contrato do plano, ou seja, permanecem inalteradas as demais cláusulas e a relação dos dependentes já previstos.


3- Outro informe foi a respeito da possibilidade dos filiados do Sinds-UFSJ aderirem a Caravana de Posse da ADUFSJ - Seção Sindical. A caravana tem saída prevista para o final da tarde do dia 31/12 (sábado) e retorno previsto para o final da tarde do dia 02/01 (segunda). O Sinds-UFSJ irá bancar a alimentação e a hospedagem de seus filiados que aderirem à caravana.

Novo sistema de Gestão de Desempenho Humano (GDH)


Os membros da Divisão de Desenvolvimento de Pessoas (DIDEP), Cláudio Wagner Morais e Karla Cristiane Maia Silva, estiveram presentes na assembleia para prestar esclarecimentos quanto às alterações na avaliação de desempenho.


Além de esclarecer as dúvidas dos filiados, os servidores da DIDEP frisaram a importância da avaliação ser realizada até o prazo limite de 7/12, uma vez que essa será a avaliação utilizada para progressão.


Além disso, os filiados foram lembrados que a resolução que regulamenta a nova forma de avaliação de desempenho permite alterações e que essas podem ser discutidas e levadas ao Conselho Universitário (Consu) para valer no ciclo de 2023.


Avaliação de conjuntura


O coordenador-geral do Sinds-UFSJ, Joaquim Rodrigues da Costa, realizou uma rápida avaliação da conjuntura nacional, frisando que o resultado da eleição presidencial representa uma vitória para o serviço público e os servidores, principalmente, da educação, considerando os consecutivos ataques do Governo Bolsonaro a este setor e categoria.


No entanto, apesar da vitória, o congresso eleito demanda atenção, para que as demandas e interesses dos servidores públicos federais tenham andamento no próximo governo.


Petição do Coletivo Antifas UFSJ


O coletivo Antifas UFSJ encaminhou ao Sinds-UFSJ uma petição solicitando que fosse retirado em em assembleia o posicionamento do Sinds-UFSJ sobre “os atos golpistas que foram deflagrados pelo país pedindo Intervenção Federal após a vitória democrática da chapa Lula/Alckmin no último dia 30 de outubro”; “as manifestações públicas de filiados que apoiam, participam e referendam atos antidemocráticos e fascistas’ e “diante de filiados, militantes e sindicalistas que foram atacados por serem oposição a quem pede Intervenção Militar diante de quartéis e, de modo geral, por se posicionarem contrariamente a atos antidemocráticos”.


Os membros do coletivo defendem que essas ações são inaceitáveis por parte de pessoas que compõem o quadro de filiados de um sindicato, uma vez que golpe/intervenção e ditadura militar vão contra tudo que um sindicato defende.


Os sindicalizados presentes em assembleia concordaram com os argumentos apresentados e deliberaram por avaliar uma forma legal de desfiliar os membros do sindicato que apoiam, participam e referendam tais atos antidemocráticos e fascistas.


O assunto será encaminhado para ser avaliado pela advogada do sindicato, de forma a estabelecer ritos legais e que respeitem o direito de defesa e do contraditório. Além disso, foi aprovada também a publicação de uma carta de apoio à democracia , que frise que sindicalizados que se manifestam contra a mesma não representam o Sinds-UFSJ.


Plenária da Fasubra


Entre os dias 8 e 10 de dezembro, a FASUBRA Sindical realiza Plenária Nacional, em Brasília-DF, para deliberar sobre a seguinte pauta:


1. Informes da Direção Nacional;

2. Análise de conjuntura nacional e internacional;

3. Conselho Fiscal (análise e aprovação das contas da FASUBRA dos anos 2020 e 2021);

4. CONFASUBRA;

5. Outros.


Em assembleia, o Sinds-UFSJ aprovou os nomes do coordenador-geral Joaquim Rodrigues da Costa e do servidor Misael Wesley Andrade como delegados.


Comments


bottom of page