top of page

TRABALHADORAS(ES) DA EDUCAÇÃO EXIGEM RESPEITO

Atualizado: 28 de mar. de 2022


Na quarta feira passada, dia 16 de março, foi Dia Nacional de Greve em Defesa da Educação e dos Serviços Públicos. Em São João del-Rei, o SINDS, Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos da UFSJ, e as outras entidades representativas de trabalhadores e trabalhadoras da educação realizaram um ato no centro da cidade. As pautas da manifestação giraram em torno das campanhas de reajuste e piso salarial. Os servidores federais, por exemplo, lutam em uma campanha por um reajuste de 19,99%. Valor correspondente à inflação acumulada há quatro anos, desde o início do governo Bolsonaro. Além das campanhas salariais, o ato reivindicou sobre pautas específicas negligenciadas pelos governos na rede municipal, estadual e federal. Trabalhadoras(es) da educação municipal denunciaram o descaso da Prefeitura com as escolas e pediram o veto da Câmara no projeto de parcelamento da dívida da prefeitura com a Previdência Municipal. Na porta da Câmara Municipal, a Polícia tentou dispersar a manifestação de forma truculenta, disparando spray de pimenta que atingiu diretamente várias pessoas presentes. Um dos mais atingidos foi um servidor técnico administrativo da UFSJ.

bottom of page