WhatsApp Image 2020-08-24 at 19.14.03.jp

24/08/2020

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

A indicação desta semana é o conto “Sorôco, sua mãe e sua filha”, de Guimarães Rosa, que imortalizou a angústia e a solidão do chamado “trem de doido” que, durante décadas, conduziu pacientes psiquiátricos para uma viagem sem volta ao manicômio de Barbacena. O conto ficcional, escrito em 1961, resgata memórias de quando o grande escritor viveu na cidade, entre 1933 e 1934.  Faz parte, junto com outros 20 do imortal, da obra Primeiras Histórias.

 

SINDS Indica (1).png

05/07/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

A dica desta semana é o documentário "Menino 23",  indicação da sindicalizada Flávia de Oliveira Santos. Confira!

SINOPSE: "Menino 23" é um documentário que trata de 50 meninos negros e órfãos retirados de um orfanato no RJ, na década de 30 e enviados para uma fazenda no interior de São Paulo para trabalharem em regime análogo a escravidão.

SINDS Indica (2).png
SINDS Indica.png

06/06/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

Hoje, a dica é do Bruno Campos com o filme "Os Saltimbancos Trapalhões".

SINOPSE: É um filme que me impactou de forma muito forte na infância. Baseado na peça "Os Saltimbancos", de Sergio Bardotti e Luis Enríquez Bacalov, trazida para o Brasil, com acréscimos, por Chico Buarque, o filme conta a história de quatro funcionários humildes, os amigos Didi, Dedé, Mussum e Zacarias se tornam a grande atração do circo Bartolo, graças à sua incrível capacidade de fazer o público rir. Perseguidos pelo mágico Assis Satã e super explorados pelo Barão, o dono do circo. Juntos, os quatro amigos precisarão combatê-los. O filme, lançado em 1981, em pleno contexto de início de reabertura política, traz consigo letras de músicas densas e mensagens de liberdade e união, muito necessárias para reflexão no momento em que vivemos.  Além do mais, o filme conta, entre seus figurantes, o técnico Paulo César Reis da Costa, o César Pintor, lá do Campus Dom Bosco, que figura no filme entre os músicos, durante a música "Alô, Liberdade"

SINDS Indica.png

23/05/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

 Na dica de hoje, o livro "Sapiens: uma breve história da humanidade", por Gustavo Almeida.

SINOPSE: O autor repassa a história da humanidade, ou do homo sapiens, desde o surgimento da espécie durante a pré-história até o presente, mas em vez de apenas “inventariar” os fatos históricos ele os relaciona com questões do presente e os questiona de maneira surpreendente. Além disso, para cada fato ou crença que temos como certa hoje em dia, o autor apresenta as diversas interpretações existentes a partir de diferentes pontos de vista, inclusive as muito atuais, e vai além, sugerindo interpretações muitas vezes desconcertantes. Yuval Noah Harari é professor do departamento de história da Universidade Hebraica de Jerusalém. É especialista em história mundial, medieval e militar.  

SINDS Indica (1).png

09/05/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

 Nesta semana, o livro "Mulheres e Poder - Uma Manifesto" . A dica é da Isabel Pacheco.

SINOPSE:  Uma das mais respeitadas e conhecidas historiadoras contemporâneas, Mary Beard escreve um verdadeiro manifesto feminista. Baseado em duas palestras proferidas por ela nos últimos anos, O poder das mulheres traça as origens da misoginia desde os tempos antigos e mostra que esse ódio continua tendo voz. A autora apresenta inúmeros exemplos de como as mulheres sempre foram proibidas de terem um papel de liderança na vida civil. De Medusa a Filomena (que teve a língua cortada) passando por Hillary Clinton, Angela Merkel e Dilma Rousseff, Mary Beard faz reflexões inclusive sobre a sua própria trajetória para discutir como o papel feminino precisa ser redefinido na estrutura de poder da sociedade atual. Mais um best-seller da autora de SPQR. 

SINDS Indica.png

11/04/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

 A dica da vez é do sindicalizado Jorge Fernando, com o filme 'Lion"- Uma Jornada para Casa.

SINOPSE:  Baseado em uma história real, Saroo é um menino indiano de apenas cinco anos de idade se perde do seu irmão em uma estação de trem em Khandwa, indo parar na distante Calcutá, e que acaba sendo adotado por um casal australiano. Após 25 anos longe da Índia, ele resolve voltar em busca de suas origens e família biológica.  

04/04/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

Desta vez,a dica é do sindicalizado Gustavo Lacerda com a exposição 'Ameríndios do Brasil'. A mostra está aberta à visitação na galeria do Escritório Técnico do Iphan em Tiradentes, na Rua da Câmara, 124, Centro, até o dia 19 de abril.

"Trata-se de um imenso mosaico sociocultural... um recorte do acervo fotográfico das mais de 40 etnias já retratadas pelo documentarista. "Ameríndios do Brasil" aborda o reconhecimento e a valorização do brasileiro como um povo miscigenado que traz, não apenas no sangue, mas na raiz de sua civilização, grandes porções dessas culturas ancestrais. Fica a dica!".

SINOPSE: Registro fotográfico de várias nações indígenas pelo fotógrafo e documentarista Renato Soares, autor do projeto que consiste na documentação sistemática da rica diversidade étnica brasileira neste início de século XXI.

***

SINDS Indica.png

28/03/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

Nesta semana, no Mês da Mulher a dica é da Flávia Silveira, Assistente Administrativa no SINDS-UFSJ, com o filme 'Além das Estrelas'. O filme aborda a Luta das mulheres, diversidade e racismo. Confira!

SINOPSE: No auge da corrida espacial travada entre Estados Unidos e Rússia durante a Guerra Fria, uma equipe de cientistas da NASA, formada exclusivamente por mulheres afro-americanas, provou ser o elemento crucial que faltava na equação para a vitória dos Estados Unidos, liderando uma das maiores operações tecnológicas registradas na história americana e se tornando verdadeiras heroínas da nação. 

***

SINDS Indica.png

28/02/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

O documentário "Barra 68 - Sem perder a ternura" é um documentário de 2001, escrito e dirigido por Vladimir Carvalho. A sugestão é sindicalizado Marcius Barcelos, técnico-administrativo do Laboratório de Processos Fotográficos do Curso de Jornalismo da UFSJ.

"Acho relevante a indicação desse documentário porque ele conta a construção e toda elaboração da UNB. Além disso, retrata todo o movimento que aconteceu durante a invasão em 1964 pelos militares. É um fato  histórico que tem muito a contribuir para os nossos dias atuais".

SINOPSE: Histórico sobre a criação da Universidade de Brasília, as inovações que ela propunha, a perseguição que sofreu iniciada com o Regime militar de 1964, até sua invasão pelo Exército Brasileiro em 1968. Narrado por Othon Bastos, conta com depoimentos de Oscar NiemeyerRoberto SalmeronJean-Claude BernardetAna MirandaMarcos SantilliCacá DieguesJosé Carlos de Almeida Azevedo e familiares de Honestino Guimarães, entre outros.

***

SINDS Indica (1).png

21/02/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

A dica de hoje é do filme "O menino e o Mundo", lançado em 2013. A animação é dica da sindicalizada  Flávia Oliveira dos Santos, lotada na PROAE.

"O filme é bem impactante porque nos apresenta o capitalismo em sua face mais cruel, o da exploração de uma classe pela outra. É importante para pensar a inserção do trabalho em nossas vidas como algo que deveria ser complementar aos outros aspectos da vida mas não o mais ou único importante".

SINOPSE: Um menino mora com os pais em uma pequena cidade do campo. Diante da falta de trabalho, um dia, ele vê o pai partindo para a cidade grande. Os dias que se seguem são tristes e de memórias confusas para o garoto. Até que então ele faz as malas, pega o trem e vai descobrir o novo mundo em que seu pai mora. Para a sua surpresa, a criança encontra uma sociedade marcada pela pobreza, exploração de trabalhadores e falta de perspectivas.

SINDS Indica.png

14/02/2019

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

Nesta a semana a dica é da Coordendora de Comunicação e Assuntos Jurídicos, Isabel Pacheco, com o documentário  "She's Beautiful When She's Angry'" disponível na netflix.

"Diariamente nos deparamos com casos e notícias de assassinatos, assédio e violência contra mulheres. Muitas das vezes cometidos por parceiros, ex-parceiros, colegas de trabalho... Como lidar com isso? Como tirar a violência contra a mulher do rol de coisas 'aceitáveis e comuns' e colocar no devido lugar, como crime inaceitável e punível? A LUTA (por respeito, direitos e igualdades) segue sendo uma das reações possíveis e o documentário "She's Beautiful When She's Angry", respalda nosso entendimento sobre um dos movimentos sociais, femininos e revolucionários mais importantes da história."

SINOPSE: Este documentário apresenta um olhar inspirador sobre as mulheres brilhantes e corajosas que lideraram o movimento feminista dos anos 1960. 

SINDS Indica (1).png

***

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma nova sugestão enviada para nós. 

 

A dica desta semana é do George Tadeu Dias, Coordenador de Administração e Finanças do SINDS UFSJ, com o livro "Como as Democracias Morrem". 

"O livro aponta para os perigos aos quais regimes democráticos estão sujeitos quando figuras autocratas ganham apoio popular. É citado vários regimes, que vão da Venezuela no período Chávez, a Alemanha de Hitler, culminando na imensa preocupação atual com a democracia norte-americana." 

SINOPSE: Uma análise crua e perturbadora do fim das democracias em todo o mundo. Democracias tradicionais entram em colapso? Essa é a questão que Steven Levitsky e Daniel Ziblatt – dois conceituados professores de Harvard – respondem ao discutir o modo como a eleição de Donald Trump se tornou possível.

Para isso comparam o caso de Trump com exemplos históricos de rompimento da democracia nos últimos cem anos: da ascensão de Hitler e Mussolini nos anos 1930 à atual onda populista de extrema-direita na Europa, passando pelas ditaduras militares da América Latina dos anos 1970. E alertam: a democracia atualmente não termina com uma ruptura violenta nos moldes de uma revolução ou de um golpe militar; agora, a escalada do autoritarismo se dá com o enfraquecimento lento e constante de instituições críticas – como o judiciário e a imprensa – e a erosão gradual de normas políticas de longa data.

Sucesso de público e de crítica nos Estados Unidos e na Europa, esta é uma obra fundamental para o momento conturbado que vivemos no Brasil e em boa parte do mundo e um guia indispensável para manter e recuperar democracias ameaçadas.

***

SINDS Indica.png

O SINDS Indica é uma seção de dicas culturais que todo sindicalizado pode participar, a cada semana a indicação de uma sugestão enviada para nós.  Na estreia, a dica é do Diretor Executivo do SINDS-UFSJ, Denílson Ronan, com o filme "Uma noite de 12 anos". 

"A sugestão do filme Uma noite de 12 anos me parece oportuna para nos levar a reflexão sobre a nossa própria história. O desenrolar o filme se passa no Uruguai, mas poderia ser no Brasil, na Argentina ou no Chile... pois estivemos todos subjugados durante décadas aos regimes militares latino-americanos. Para além de qualquer vertente ideológica que tenhamos, o filme é uma excelente obra cinematográfica, mas sobretudo um belo e delicado instrumento sobre a condição de “resiliência” humana e da brutalidade de alguns sistemas políticos. Vale a pena assistir!", indica Denílson. 


SINOPSE: Ao estudar a mente e o corpo humano para dimensionar suas limitações e sequelas diante da pior das circunstâncias, Alvaro Brechner entrega um relato reflexivo, que se inspira no livro de memórias de autoria dos colegas de Mujica, Mauricio Rosencof e Eleuterio Fernández Huidobro. Redesenhando o período mais conturbado da vida dos protagonistas, o cineasta se consolida como uma forte aposta ao Oscar 2019 de Melhor Filme Estrangeiro, por fazer de um conto verdadeiro um experimento sensorial autêntico. Se esquivando do óbvio e comum drama meramente baseado em fatos reais, ele faz de Uma Noite de 12 Anos uma das narrativas existencialistas mais completas, se esgueirando para aquele hiato onde poucos conseguem entrar com maestria: o universo mental do homem.